01/08 10:52

Governo capacita mais de 90 agentes nos cursos de Negociador e Combate em Ambiente Confinado

Agentes durante curso de CQB (4)Durante o fim de Semana duas ações de capacitação de agentes penitenciários foram realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Academia de Gestão Penitenciária (Agepen) da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Tratam-se dos cursos de Negociador Penitenciário, que aconteceu de quinta-feira (27), a sexta-feira (28), na Academia de Gestão Penitenciária (Agepen), e o de Combate em Ambiente Confinado, realizado de sábado (29) a domingo (30), na Academia de Polícia Civil (Acadepol). Os cursos resultaram em mais de 90 agentes de segurança devidamente habilitados.

No total, 48 agentes participaram do curso de Negociador Penitenciário. Já o de Combate em Ambiente Confinado, foram 40. “Esses cursos seguem a nova tendência, a de formar, treinar e capacitar o agente, trabalhando assim o lado positivo do servidor, para que ele possa agir de forma correta em tempos de crise e no tratamento dos internos”, ressaltou o Diretor da Academia de Gestão Penitenciária, Fabiano Cavalcante.

Agentes durante curso de CQB (3)As capacitações foram realizadas pelo agente de segurança penitenciária do estado do Ceará, Paulo José Rodrigues, que tem grande experiência na área de gerenciamentos de crises e negociação policial, além de ser criador de diversos cursos como, por exemplo, o de recaptura de presos em área de mata. “O curso tem como objetivo transformar a vivência em análise técnica, economizar o tempo e melhorar a técnica para quem já tem conhecimento”, disse.

Como parte da ementa, os agentes aprenderam meio e técnicas do gerenciamento de crise, classificação dos tipos e naturezas dos reféns, programação Neurolinguística (PNL), métodos de conversação e entrevista e mudança comportamental.

No curso de Combate em Ambiente Confinado teve 45 agentes inscritos. Com mais de 90% de aula prática, o curso contou com disciplinas como “Varreduras em ambientes confinados”, a qual se deu de forma teórica e prática. “A grande evolução do nosso sistema prisional tem se dado a essa formação que tem sido ofertado aos servidores, na medida em que o servidor adquire esse conhecimento técnico, ele saberá como agir em cada situação, além de contribuir nas mudanças de paradigmas e da própria valorização do agente”, ressaltou o Supervisor Pedagógico da Agepen, Franklin Moura.

Agentes durante curso de CQB (1)Completou a grade, o curso de ‘Planos de contingência e linhas de ação’, ‘Aspectos gerais da segurança física’, ‘Defesa de estruturas’, ‘Tiro defensivo’ e ‘Armas curtas e longas e balísticas positivas para defesa’. Na ocasião ainda foram ministradas aspectos da Lei 13.060 de 2014, legislação que aprecia a condição do uso dos instrumentos de menor potencial ofensivo pelos agentes públicos. “Todo treinamento é bem vindo, somos um eterno aluno do sistema prisional. Espero que até o final do curso possa aplicar essas novas informações, esse novo aprendizado nas situações de crise, que torcemos que não aconteça, mas que se por ventura  acontecer, possamos estar preparados”, concluiu o diretor da Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) do Anil, Alfrânio Martins Feitosa.

Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

PROCESSO SELETIVO

E-mail: seletivo@seap.ma.gov.br
Fone: (98) 99172.5179

Links Úteis
Localização

localização

Click to open larger map

Rua Antônio Raposo, n° 405-A,
Cutim – Anil, São Luís – MA